http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/434f3e7f97922e2f13bb52752bc86f56.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Aurora com força de campeão de vendas

Por Breno Raigorodsky

 

 

 

 

Pequenas Partilhas”, um projeto da Cooperativa Vinícola Aurora do comecinho do atual milênio, renasce com a força de um grande campeão de vendas, ganhando um subtítulo de “Notáveis da América Latina”.

 

 

Mantém seu carro chefe de então, o Cabernet Franc, que ganhou concentração, e concentrado assim serviu de exemplo para a produção de seus parceiros Carmenere, Malbec e Tannat, transformando-se na referência brasileira nesta orquestra continental. Cada um deles tem personalidade própria, o que não impede que juntos formem um todo coerente, onde o manejo se parece e o resultado da vinificação salienta a tipicidade, o que justifica o preço igual e o rótulo similar de todos eles.

 

 

O Carmenère e o Malbec saíram-se perfumados como se espera de vinhos chilenos e argentinos feitos com esta uva in extremis, onde o aroma de fruta trabalhada parece ser sua expressão primeira, enquanto que o Tannat e o próprio Cabernet Franc são vinhos que se expressam melhor na boca, no final longo, na complexidade.

 

 

Os quatro formam uma turma que bem pode variar na mesa do consumidor que pede por qualidade, diversidade e pouco preço, pois todos custaram os mesmos R$40,00 (R$39,90, como querem os marqueteiros de plantão, que vêem neste R$0,10 a menos toda uma esperteza para conquistar o iludível consumidor incauto).

 

 

Todos graduam-se com álcool acima dos 13%, todos se apresentam bem desde o olhar, passando pelo nariz e pela boca. 

 

 

Na degustação me permiti gostar, não apenas analisar, numa mesa recheada de entendidos. Enquanto uns gostamos mais do Cabernet Franc, sem qualquer patriotada – me parece – outros aclamaram o Carmenère como o mais vendável do grupo.

 

 

É um prazer ver a Aurora se posicionando assim, com mais um projeto que joga água no moinho da modernidade, afastando-se de vez da pecha de produtora de outrora, dos tempos da produção de sobrevivência, pois foi ela uma das campeãs da fixação das famílias dos imigrantes vênetos que vieram e ocuparam a região em torno de Bento Gonçalves e puderam progredir até o ponto de construir gerações de enólogos, administradores de empresa, advogados e outros.

 

 

Digo pecha porque se há motivo de orgulho no que fizeram durante 100 anos, há também a crítica a quem eterniza estas práticas produtivas junto a uvas americanas em meio a produção de vitivinífera.

 

 

O fato é que a Aurora tem patrimônios a zelar, construídos desde 1931 – ninguém joga no lixo a importância de marcas vitoriosas ainda hoje como o Sangue de Boi, Mosteiro, Marcus James, Keep Cooler, Conde de Foucauld e tantos outros campeões de venda, vinhos que ainda representam a verdadeira realidade do consumo no Brasil.

 

 

“Pequenas Partilhas” faz parte da outra metade da Aurora que se esforça para acompanhar – com investimentos constantes em capacitação técnica, tecnologia e maquinário – o que há de mais novo no mercado dos vinhos, como o grande Millésime Cabernet Sauvignon, que a cada geração, surpreende em qualidade em todas as 7 safras em que foi produzido, desde 1991; faz parte do esforço inovador de Pinto Bandeira, que já colocou no mercado seu Chardonnay, seu Pinot Noir e agora um espumante com método tradicional que vai dar o que falar, mostrando que mesmo uma empresa gigante - que é de longe a maior empresa de vinhos do Brasil - pode se dar ao luxo de fazer um produto totalmente diferenciado, mesmo se este não tenha sido seu foco prioritário.

 

 

Fichas técnicas

 

Pequenas Partilhas Notáveis da América Cabernet Franc

Origem - Bento Gonçalves – RS – Vinícola Aurora

Castas - Cabernet Franc 100%

Safra - 2013

Passagem por barricas de carvalho francês e americano por 6 meses.

Teor alcoólico - 13%

 

Pequenas Partilhas Notáveis da América Tannat

Origem - Las Brujas – Uruguai – Vinícola parceira: Gimenez Mendez

Castas - Tannat 100%

Safra - 2013

Passagem por barricas de carvalho americano por 3 meses.

Teor alcoólico - 13,5%

 

Pequenas Partilhas Notáveis da América Malbec

Origem - Maipu – Argentina  - Vinícola parceira: Finca Agostino

Castas - Malec 100%

Safra - 2013

40% do vinho passa por barricas de carvalho francês e americano por 6 meses.

Teor alcoólico - 13,5%

 

Pequenas Partilhas Notáveis da América Carmenère

Origem - Vale do Maule – Chile – Vinícola parceira: Aguirre

Castas - Carmenère 100%

Safra - 2013

Passagem por barricas de carvalho francês e americano por 8 meses.

Teor alcoólico - 13,5





Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco