http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/67dd6359d5ca9d6d89ab39f98880b956.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Bernard Magrez vai usar drones em vinhedos de Bordeaux

Terça-feira 07 de janeiro de 2014 por Jane Anson em Bordeaux (Fonte: Decanter Magazine on line)

 

 

Bernard Magrez vai usar drones especialmente projetados em suas quatro propriedades classé de Bordeaux.

 

 

Magrez vai usar os drones nas propriedades classificadas Pape Clement, La Tour Carnet, Fombrauge e Haut Peyraguay, antes de estender para toda as suas propriedades de Bordeaux, e também as do sul da França.

 

A tecnologia, que envolve drones mini- helicópteros não tripulados equipados com câmeras e outros sensores , pode ser usado para sobrevoar vinhas medindo os danos às plantas, doenças, estresse hídrico, maturação das uvas e vários outros parâmetros, incluindo especificidades de solo e contornos de terrenos para drenagem.

 

Chateau Luchey - Halde na AOC Pessac Léognan testou o Scancopter 450, a partir de Fly- n- Sense, em maio de 2011, ao mesmo tempo que várias propriedades na Califórnia e Oregon também começaram a usar tecnologia similar. Tanto o Chateau Bouscaut quanto o Chateau La Dauphine também têm usado a tecnologia zangão nos últimos meses para criar vídeos de marketing com visão aérea de suas propriedades.

 

Jeanne Lacombe, diretora técnica de todos as onze  propriedades de Magrez no Médoc , incluindo La Tour Carnet e Les Grands Chenes , disse à decanter.com que um único drone foi encomendado ao custo de € 50.000 e vai começar a trabalhar em abril deste ano.

 

" Fizemos testes até agora, e estamos muito felizes com os resultados. O drone pode cobrir 1,5 ha de vinhas em quatro minutos, por isso, esperamos fazer tudo em torno de uma semana, no caso de  uma propriedade do tamanho de La Tour Carnet , que se estende por 120 hectares.

 

" Prevemos utilizar os drones três ou quatro semanas do ano em cada propriedade, transferindo-os de cá para lá, conforme as necessidades, e comprar outros drones no futuro, se a experiência for bem sucedida . "

 

Lacombe espera que o drone traga reduções significativas de mão de obra , e garanta que todas as propriedades Magrez possam empregar os mesmos níveis de  precisão viticultura lote por lote.

 

" Esperamos fazer reduções significativas também no uso de fertilizantes e tratamentos da vinha, já que o drone mede os requisitos de forma precisa . Significa, também, a redução de uso de tratores . Estamos treinando o uso da tecnologia imediatamente. Vamos primeiramente usar  controles manuais , mas , no futuro, o drone será operado simplesmente pela programação do computador ' .





Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco