http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/0ebfed7b22d146d4cabdd13b7eb9dafc.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Brasil conquista vaga na OIV

A doutura em enologia, gerente-geral do Laren e professora da UCS, Regina Vanderline, é a nova secretária científica da Subcomissão de Métodos de Análise de Vinhos da OIV - Organização Internacional da Vinha e do Vinho -  sediada em Paris, França.

 

Pela primeira vez, o Brasil terá um representante atuando nas comissões temáticas da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), sediada em Paris, na França. A doutora em enologia Regina Vanderlinde ocupará o cargo de secretária-científica da Subcomissão de Métodos de Análise de Vinhos da entidade, o primeiro posto permanente obtido pelo país na OIV, cuja participação vem desde 2001. 

 

Regina Vanderlinde é professora da Universidade de Caxias do Sul (UCS) e gerente-geral do Laboratório de Referência Enológica (Laren) da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, mantido em parceria com o Ibravin (Instituto Brasileiro do Vinho).



A brasileira foi designada para a vaga, na última sexta-feira (26), na Reunião do Comitê Executivo da OIV (Comex), que inclui 45 países membros. A sua indicação foi aprovada por unanimidade pelos representantes dos países que estavam presentes no encontro. “Ter uma profissional brasileira como integrante da OIV amplia o prestígio do país na entidade”, destaca o presidente do Conselho Deliberativo do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Alceu Dalle Molle.



Regina Vanderlinde acrescenta que a responsabilidade do Brasil no universo da produção vinícola será multiplicada. “A Subcomissão de Métodos de Análise de Vinhos da OIV é responsável pela criação de todos os métodos analíticos e de todas as definições de limites de componentes nos vinhos, determinações que são diretamente internalizadas e aplicadas pela União Europeia, e, consequentemente, em todo o mundo”, descreve a professora e doutora em enologia.

 

A cerimônia de posse de Regina está prevista para março de 2013, porém, ela observa que o trabalho na nova função foi iniciado neste ano. “Todos os métodos analíticos usados para a avaliação de vinhos criados pela entidade serão revisados para que sejam detectados quais devem ser modernizados. E esse levantamento importantíssimo já começou”, revela.

 

Regina Vanderlinde representa o Brasil na OIV desde 2001. No dia 12 de setembro, em Brasília, ela participou de audiência com o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, e o diretor-geral da OIV, Federico Castellucci, onde foi confirmada a sua indicação ao cargo de secretária científica da Subcomissão de Métodos de Análises da entidade.

 

Nas fotos: Regina Vanderlinde; Regina Vanderlinde, Claudia Quini, Presidente da OIV, e Federico Castellucci, diretor-geral da OIV.

Fonte e fotos: Ibravin.

 

 





Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco