http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/434f3e7f97922e2f13bb52752bc86f56.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Os vinhos da Puglia da Tenute Rubino

A Puglia, no tacão da Bota italiana, está se tornando um verdadeiro e permanente laboratório na produção de vinhos, algo inimaginável há pouco mais de uma década. 

 

No passado recente a Puglia produzia vinhos a granel com algumas honrosas exceções. E como diz o Gambero Rosso, a Puglia vem confirmando o nível de qualidade e demonstrando que está descobrindo a própria identidade.

 

Pois a Zahil começa a trazer da Puglia, os vinhos da Tenute Rubino, considerada por Hugh Johnson, um dos melhores produtores de uma das melhores DOC da Puglia (que tem mais DOC do que as necessárias), a  Brindisi.

 

A Zahil traz três vinhos de muito boa qualidade e relação custo benefício: Tenute Rubino Primitivo 2011, Negroamaro 2010 e Visellio 2010.

 

A Primitivo, ou Zinfandel ou Tribidrag

 

Um BB, bom e barato, é o Tenute Rubino Primitivo 2011.

 

Da casta Primitivo que é a Zinfandel da Califórnia ou, mais exatamente falando, a Tribidrag da Croácia, de onde aparentemente vem esta casta da Dalmatia Central e que rende muitas páginas no Wine Grapes de Jancis Robinson. A Primitivo, Zinfandel ou Tribidrag dá vinhos na Puglia encorpados, generosos, amplos, frutados.

 

Tenute Rubino Primitivo 2011

Frutado, com o DNA da fruta da primitivo.

Amplo em boca, sedoso, generoso.  Especiarias. R$69 na Zahil.

 

 

A Negroamaro

Mas o maior sucesso da Puglia é a casta Negroamaro que dá um vinho com sabor ligeiramente adocicado, algo doce e amargo, daí o nome negroamaro, aveludado em boca e para se beber já. E a Zahil traz o Tenute Rubino Negroamaro 2010, um belo tinto.

 

Tenute Rubino Negroamaro 2010

Frutado, sem madeira, equilibrado em boca e nariz. Gastronômico.

R$ 88 na Zahl.

 

Também de Primitivo é o Visellio 2010, um campeão com 3 bicchieri da Gambero Rosso.

 

Tenute Rubino Visellio 2010

De Salento, onde se produz belos vinhos. Passa 8 meses em barrica.

15,5% de alcool com muito equilíbrio. Harmonioso, com boa fruta e elegância. Macio, aveludado em boca. Uma beleza. R$207.

 

Vale a pena ter um Visellio 2010 na adega para grandes ocasiões e para boas ocasiões o Negroamaro. E para fazer os dias mais alegres, Tenute Rubino Primitivo 2011! 

 

Zahil, televendas 11-3071-2900.

 





Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco