http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/434f3e7f97922e2f13bb52752bc86f56.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Ramos Pinto e 2014, um ano de reviravoltas climáticas!

"2014 foi o ano das reviravoltas climatéricas."

 

 

A Ramos Pinto avalia a vindima de 2014 que começou mais cedo, mas garante que, no geral, foi possível produzir vinhos frescos, expressivos e com boa fruta. E a produção, no conjunto das Quintas da Ramos Pinto, diminuiu em cerca de 3%!

 

Aliás, é esta uma das razões pelas quais bons produtores são sempre os mais indicados, porque por experiência e parâmetros de qualidade, sabem fazer o melhor mesmo em situações mais complicadas, principalmente num ano de revolução climática como foi 2014.

 

A seguir a Ramos Pinto, excelência em Porto e vinhos do Douro, e importação feliz da Franco Suissa, conta como foi administrar as complicações climáticas.

 

 

CLIMA 

Em geral o ano de 2014 registou precipitações dentro da média dos anos anteriores, exceptuando no período de Julho a Setembro em que o nível de precipitação quase duplicou. 

 

As temperaturas médias foram, no geral, bastante mais baixas do que em 2013, com a excepção do período Abril-Julho em que foram bastante superiores ao habitual para o período.

 

 

CICLO VEGETATIVO

O abrolhamento ocorreu em Março, no período habitual e a floração iniciou-se em Maio. No geral, a maturação começou duas semanas mais cedo do que o habitual.

 

PRODUÇÃO

No conjunto das nossas Quintas, a produção diminui em cerca de 3%.

 

VINHO DO PORTO

 

VINHO DO PORTO TINTO

A vindima dos vinhos do Porto começou a 27 de Agosto e prolongou-se até ao dia 1 de Outubro. Por diversas vezes parámos a colheita devido à chuva intensa mas, miraculosamente não tivemos podridão. Foi uma vindima difícil de gerir mas com belíssimos resultados: vinhos com muita cor e aroma e, sobretudo, uma frescura de boca que é pouco usual no Douro.

A Touriga Nacional foi nitidamente a melhor casta para Porto em 2014, tanto no Douro Superior (Quinta da Ervamoira) como no Cima Corgo (Quinta do Bom Retiro e Urtiga).

 

VINHO DO PORTO BRANCO

Frescos, intensos e muito frutados. Um vinho muito bem conseguido.

 

LAGARES

De um modo geral, os vinhos tinham todos muita cor, aroma igualmente intenso a frutos vermelhos e negros, notas mentoladas, muito frescos e taninos muito finos.

 

 

VINHO DO DOURO

Ao Inverno chuvoso e a um início da Primavera muito quente, seguiu-se um Verão húmido com poucos picos de calor. A vindima começou no dia 4 de Agosto, 9 dias mais cedo do que em 2013, e acabou no dia 7 de Outubro. Os rendimentos uvas /mosto este ano parecem ser superiores. 

Em termos de qualidade os vinhos brancos demonstram-se expressivos e vibrantes, com boa acidez e maturação, particularmente no caso dos rabigatos. Quanto aos tintos tivemos níveis de álcool relativamente elevados e obtivemos um vinho com fruta mais potente e mais expressivo.

 

Agora é aguardar que a Franco Suissa traga os Portos e vinhos do Douro da safra 2014 para degustar e conferir!

 





Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco