http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/0ebfed7b22d146d4cabdd13b7eb9dafc.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Degustação Vertical do Caballo Loco

Por Edecio Armbruster com Silvia Cintra Franco

 

Uma vinhaço fora da curva.  Não obedece preceitos de safra ou denominação de origem. Um ícone!

 

Caballo Loco da Valdivieso, importado pela Ravin,  é um vinhaço fora da curva. No Guia Descorchados 2014,  o Caballo Loco - qualquer que seja seu número, recebe de 90 a 94 pontos! Não tem Caballo Loco com menos de 90 pontos.

 

Caballo Loco não obedece preceitos de safra ou denominação de origem, apenas um número. É um blend de castas e de  lotes de vinhedos e de safras diferentes.  Não é um vinho de safra, porque 50% é da safra de um ano e o outro tanto vem de safras diversas. E também não tem denominação de origem, pois vem de diversos terroirs. É um vinho para guarda e com personalidade.

 

 

A elaboração dos Caballo Loco está - desde o nº 6 - sob a responsabilidade do enólogo neozelandez Brett Jackson, grande conhecedor dos terroir chilenos, além dos da Nova Zelândia, Estados Unidos e África do Sul. 

 

 

A Viña Valdivieso elaboradora do Caballo Loco - e bodega três estrela (em 4) no Hugh Johnson 2015 - produz anualmente 48.000 garrafas desse vinho. Este fim de ano será lançado o Caballo Loco nº16 e no Brasil já está sendo comercializado pela Ravin o nº15 ao preço de R$ 386,00.

 

 

Notas de degustação da Vertical  de Caballo Loco organizada pela Ravin

 

Caballo Loco nº 2

À base das uvas Malbec, Cabernet Franc, Merlot, Cabernet Sauvignon e Pinot Noir é composto de 50% da colheita de 1995 e 50% das colheitas 1990 e 1994. 

Este vinho com mais de 20 anos está perfeito, ainda sem revelar qualquer sinal de senilidade, aromas terciários elegantes, vinho pronto, agradável na boca, longo.

 

 

Caballo Loco  nº 4 é resultado da fermentação de  Malbec, Cabernet Franc, Merlot, Cabernet Sauvignon e Pinot Noir sendo 50% delas do ano 1997 e o restante das colheitas entre 1990 e 1996. 

Apresenta grande concentração de extratos, taninos vivos secantes, um dos mais concentrados do painel. 

Um vinho que exige atenção para ser degustado. Ele foi lançado nos fins de 1998.

 

 

Caballo Loco nº 7 elaborado a partir de Malbec, Cabernet Franc, Merlot e Cabernet Sauvignon (sem a presença da Cabernet Franc), colhidas 50% em 2004 e 50% entre 1990 e 2001. 

Um vinho diferente dos demais Caballo Loco provados nessa degustação. 

Nariz intenso de perfil próprio, com frutas vermelhas e negras, aromas "ácidos", taninos marcantes que  secam ainda a boca, longo, toques rascantes que camuflam inicialmente ainda os extratos que explodem no final de boca. 

Este Caballo Loco foi lançado em 2004 no mercado comercial.

 

 

Caballo Loco nº 10 das uvas Malbec, Merlot, Cabernet Sauvignon e já com adição da emblemática chilena Carmenere, provenientes 50% da vindima de 2005 e 50% das colheita entre 1990 e 2004. 

Vinho redondo com taninos redondos, aveludado, fácil de beber que já traz grande prazer ao palato. 

Esse vinho foi lançado em 2008 no mercado.

 

 

Caballo Loco nº 12 das cepas Malbec, Merlot, Cabernet Sauvignon e Carmenere, 50% de 2007 e 50% das colheitas entre 1990 e 2005. 

Com nariz ainda tímido revela um certo toque de frutas vermelhas e especiarias. Taninos doces, redondo, elegante, já agradável de se beber.

 

 

Caballo Loco é feliz importação da Ravin e já está à venda o Caballo Loco nº 15 por R$386 e em breve o Caballo Loco nº 16!

Ravin: (11) 5574-5789 e www.ravin.com.br 

 

 

 

 

 





Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco