http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/434f3e7f97922e2f13bb52752bc86f56.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Primum Familiae Vini visita o Brasil

O Brasil foi sede de mais um encontro da PFV, Primum Familiae Vini, as tradicionais famílias do vinho. Na verdade é a primeira visita à América do Sul, e o Brasil foi escolhido graças à pujança de sua economia em meio à crise global.

Fundada em 1993, a PFV é uma associação que visa a troca de experiências entre os melhores e mais tradicionais produtores de vinho da Europa para enfrentar os grandes grupos que controlavam, sobretudo, a distribuição. Unidos evitam também a perda da identidade de seus vinhos ou que suas vinícolas acabem na Bolsa de Valores, como declarou Miguel Torres, acrescentando que sempre diz aos filhos que se forem à Bolsa irão para o inferno.

Segundo Dominic Symington, produtor dos ótimos Portos Graham’s, Dow’s, Warre’s e do Altano, um tinto de bom preço e grande qualidade: os atuais integrantes da PFV são guardiões das tradições, empenhados em fazer os melhores vinhos. “Não somos donos das vinícolas, mas recebemos as chaves das gerações anteriores que nos precederam e temos a responsabilidade de repassar às novas gerações. E fazemos hoje vinhos mais consistentes do que no passado”.

A degustação dos vinhos provou, sem sombra de dúvidas, que os vinhos feitos por quem está comprometido com os valoresdos fundadores são muito superiores aos vinhos administrados por executivos de mercado que hoje estão aqui e amanhã acolá. Com razão declarou François Perrin do ótimo Château Beaucastel: “nossos vinhos são reflexos da civilização”, pura verdade quando se trata de famílias que fazem vinhos há gerações
Cristina Neves foi escolhida pela PFV para organizar esta fantástica degustação de grandes vinhos. E a PFV trouxe o sommelier Christophe Brunet, encarregado do correto serviço destes vinhos emblemáticos.  São onze famílias hoje, de doze possíveis, e o ingresso se faz a convite apenas. Este ano a presidência é de Sebastiano Rosa da Tenuta San Guido, que faz o Sassicaia, o Guidalberto e na Sardenha o Barrua.

No evento que aconteceu no Rio e em São Paulo estavam Hubert de Billy (Champagne Pol Roger, França); Philippe Sereys de Rothschild (Château Mouton Rothschild, França); Valeska Müller (Egon Müller Scharzhof, Alemanha); Etienne Hugel (Hugel et Fils, França); Laurent Drouhin (Maison Joseph Drouhin, França); Albiera Antinori (Marchesi Antinori, Itália); Sebastiano Rosa (Tenuta San Guido, Sassicaia, Itália); François Perrin (Perrin et Fils/Château de Beauscatel, França); Miguel A. Torres (Miguel Torres, Espanha); Pablo Alvarez (Vega Sicilia, Espanha); e Dominic Symington (Symington Family States, Portugal).

Primum Familiae Vini visita o Brasil
Primum Familiae Vini visita o Brasil
Array
Primum Familiae Vini visita o Brasil
Array
Primum Familiae Vini visita o Brasil
Array
Primum Familiae Vini visita o Brasil
Array
Primum Familiae Vini visita o Brasil
Array
Primum Familiae Vini visita o Brasil
Array
Primum Familiae Vini visita o Brasil




Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco