http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/434f3e7f97922e2f13bb52752bc86f56.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Vinhos da Madeira: bons de entradas e aperitivos e também com chocolates e sobremesas

Excelentes como vinhos de entradas e aperitivos, os vinhos da Ilha da Madeira ainda acompanham saladas de molhos fortes e os da variedade Boal e Malmsey fazem bonito com sobremesas e chocolates.

Os vinhos da Ilha da Madeira são vinhos envelhecidos e fortificados à base da uva Tinta Negra Mole. Segundo a lenda, esta uva é um cruzamento de Pinot Noir e Grenache, mas sua presença na ilha data do início do século 19 e nada tem a ver com a Negra Mole presente no Algarve. Os vinhos da Madeira são produzidos com essa casta (Tinta Negra) e os Reserva com a Sercial (muito secos), com a Verdelho (off-dry ou meio seco), com a Boal (doce) e com a Malmsey (muito doce).

Pois desembarca no Brasil a Henriques e Henriques, famosa por seus Madeira ricos e bens estruturados. Fundada por descendentes do primeiro rei de Portugal, Afonso Henriques, é a única exportadora que também é proprietária dos vinhedos com os quais elabora seus vinhos. Um inequívoco sinal de qualidade. E chega ao país pela Zahil.

A Zahil está trazendo o Henriques e Henriques Full Rich 3 Anos (R$ 55), com notas de chocolate, rapadura, um toque de café e uma textura sedosa, com a acidez viva típica dos vinhos da Madeira; o Henriques e Henriques Full Rich 5 Anos (R$ 68) que envelhece em madeira durante cinco anos para ganhar complexidade, persistência e estrutura: com toques de casca de laranja, toffe e caramelo, ideal para acompanhar chocolates mais intensos e queijos fortes. O Henriques e Henriques Rainwater 3 Anos (R$ 55) é um madeira fresco e mais leve com notas cítricas e de frutas secas tostadas. Henriques e Henriques Single Harvest (R$ 150) tem profundidade, aroma e boa concentração, combinando cravo, casca de laranja e chocolate com uma textura particularmente macia, graças ao envelhecimento em "canteiro". O Henriques e Henriques Verdelho 10 Anos (R$ 175) é fresco, com notas cítricas que se sobressaem e frutas secas, como amêndoas e avelãs, que integram os perfumes sedutores. O Henriques e Henriques Boal 15 Anos (R$ 225) é um vinho intenso, concentrado e muito volumoso, com aromas de figos secos, chocolate, noz moscada e um tostado mais acentuado, com 15 anos de envelhecimento. www.zahil.com.br





Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco