http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/434f3e7f97922e2f13bb52752bc86f56.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Salmón de Chile é o 2o. maior produtor de salmão do mundo!

Salmón de Chile é cultivado em clima e águas puras, consideradas as mais puras e frescas, localizadas ao sul do Pacífico, reúnem níveis de oxigênio, pH e temperatura adequados e altamente vantajosos para a produção.

 

Por seu sabor marcante e uma textura macia, o pescado nunca esteve tão em voga no Brasil, mas junto com estes fatores também podem ser consideradas outras questões relevantes: “O que percebemos é que, atualmente, além de pautar sua escolha na qualidade, o consumidor brasileiro tende a privilegiar alimentos mais saudáveis e versáteis. 

 

Em estudos recentes, especialistas comprovaram que o salmão cultivado contém Ômega 3, ácido-graxo reconhecido como nutriente fundamental para o bom funcionamento do organismo, capaz de auxiliar, principalmente, na prevenção de complicações cardíacas, além de ajudar a reduzir o colesterol ruim e a manter os níveis das vitaminas A, B e D em equilíbrio. 

 

Com tantos benefícios, o salmão se torna uma escolha completa, e, por isso, tem se tornado cada vez mais presente no cardápio brasileiro”, ressalta Melanie Whatmore, gerente da Salmón de Chile.  

 

Outro fator determinante para este crescimento é a economia brasileira, já que com maior poder de compra, o consumidor passa a valorizar a relação custo-benefício e tende a escolher produtos que aliem preço e qualidade mais altos.  

 

Fonte de proteínas e nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo, o pescado também concentra altas quantidades de ácidos graxos Ômega-3, espécie de gordura do bem não sintetizada pelo corpo humano e responsável por incontáveis benefícios à saúde.    

 

Verdadeiro amigo do coração, o nutriente auxilia na redução dos níveis do colesterol, mantém a flexibilidade das artérias e veias, a força do músculo cardíaco e ajuda a reduzir a pressão arterial, diminuindo assim o risco de ataque cardíaco.  

 

A atuação dos ácidos graxos, em parceria com a vitamina D e o Selênio presentes no pescado, aumenta consideravelmente a sensibilidade do nosso corpo à insulina, o que facilita a absorção de açúcar e equilibra os níveis da glicemia no sangue, ajudando na prevenção de doenças metabólicas como o Diabetes.  

 

Nos olhos, o Ômega 3 funciona prevenindo a degeneração macular, o ressecamento e a fadiga ocular, o que comprova a teoria de que quanto mais regularmente uma pessoa consumir peixes gordurosos, como é o caso do salmão, melhor será sua visão. 

 

O nutriente também contribui com o cérebro, melhorando a memória e os níveis de concentração por mais tempo. Junto com as vitaminas A, D e o selênio presentes no salmão, estes ácidos graxos protegem o sistema nervoso contra a degeneração natural da idade e atuam como antidepressivos, ajudando a relaxar o cérebro e tendo seu consumo recomendado, inclusive, para o tratamento das Doenças de Alzheimer e Parkinson.  

 

Além de oferecer tantas vantagens para o organismo, o salmão ganha pontos quando o assunto é manter uma aparência mais jovial, já que seu consumo está associado à melhoria da textura da pele e o brilho dos olhos, cabelos e unhas. 

  

“Para combinar sabor e saúde no prato, a dica é manter o consumo do salmão de duas a três vezes durante a semana. Conhecido por sua versatilidade, o peixe de sabor marcante e textura tenra é a escolha ideal para as donas de casa que buscam opções rápidas. Algumas receitas com salmão levam no máximo 10 minutos para serem preparadas. E o sucesso é garantido, seja ele grelhado, assado, cru ou ao molho!”, enfatiza Melanie Whatmore, gerente da marca Salmón de Chile, marca que promove o consumo do salmão chileno no exterior. 

 

 

Crescimento de 72% 

 

Desde 2012, ano inicial de suas operações, a Salmón de Chile investe em ações de incentivo à marca Salmón de Chile, para impulsionar o consumo do salmão, que tem ganhado cada vez mais espaço no mundo e, principalmente, no Brasil, terceiro maior importador do salmão do Chile. 

 

Registrando um crescimento de 72% no mercado brasileiro, com aumento de US$ 282 milhões para US$ 485 milhões, entre 2011 e 2013, o Chile também recebeu uma demanda de exportação crescente do produto, que, no mesmo período avaliado, subiu de 45.470 para 78.950 toneladas.

 

 Salmón de Chile 

 

De uma parceria entre ProChile – Direção de Promoção de Exportações, órgão vinculado ao Ministério de Relações Exteriores do Chile – e a indústria de salmão chilena, nasce, em  2012, a marca Salmón de Chile, idealizada para promover e potencializar o consumo do salmão no mundo. 

 

O Brasil foi o país escolhido para o início de suas ações por ser o mercado com melhores projeções para a venda do produto sendo, atualmente, o terceiro mais importante para a indústria. A marca tem como principal objetivo tornar o consumo de salmão um verdadeiro estilo de vida para seus consumidores.    





Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco