http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/0ebfed7b22d146d4cabdd13b7eb9dafc.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Bocelli: A Arte do Vinho Toscano

Por Guto Martinez

 

A família Bocelli ficou mundialmente famosa devido a um de seus integrantes, o tenor Andrea Bocelli, cuja voz encantou os ouvidos de todo o mundo. O que muitos não sabem é que a família Bocelli produz vinhos em uma das regiões mais importantes da Itália, a Toscana, há quase 300 anos.

 

 

A Bocelli Family Wines foi fundada próxima da cidade de Pisa em 1730 pelo patrono Bartolomeo Bocelli, e estabeleceu sua relação com a região produzindo vinho, grãos, mel e azeite de oliva e animais. Uma curiosidade é que todos os primogênitos da família recebem o primeiro nome com a letra A (como é o caso de Andrea Bocelli), pois é com as iniciais AB que o gado é marcado,  e são essas as letras que aparecem no gradil que cerca a propriedade familiar.

 

 

As vinhas da propriedade, que fica em  possuem idade média superior a 70 anos, na qual são produzidas as variedades autóctones Sangiovese, Canaiolo, Colorino, Malvasia e Trebbiano, além da presença da Cabernet Sauvignon, escolhida em decorrência das características únicas do local de produção.

 

 

Em degustação realizada em São Paulo, o diretor executivo da Bocelli Family Wines, Alberto Bocelli (e na qual o tenor Andrea Bocelli fez uma rápida aparição), foi demonstrada toda a tipicidade dos vinhos da família, cuja notoriedade começa a dar claros resultados na expansão da linha de vinhos - tanto é que a última geração da família é a primeira a se dedicar exclusivamente à vinícola, já que todos os demais membros possuíam alguma profissão paralela, além da dedicação à propriedade.

 

 

Outra mostra do investimento na produção é a utilização da variedade internacional Cabernet Sauvignon, por exemplo, que começou a ser plantada há aproximadamente dez anos, e começa a dar resultados promissores: o Tenor Red surgiu como resultado da aposta, e para ocupar o posto de supertoscano da vinícola.

 

 

Aliando a experiência centenária com a paixão de uma família que demonstra um interesse cada vez maior em oferecer vinhos com grande caráter, mas sem abandonar toda a tipicidade que uma região como a Toscana oferece, a Bocelli Family Wines mostra que o vinho pode ser tratado como arte,  para ser apreciado com o mesmo prazer que uma bela canção proporciona!

 

 

Notas de Degustação

 

Pinot Grigio IGT

Exceção dos vinhos servidos, é produzido com uvas do Vêneto, e apresenta bastante frescor e vitalidade. Amarelo palha claro, tem nariz que mistura chá de hortelã, sálvia, limão e toranja, e a boca tem intensidade equilibrada, mineralidade, boa acidez e uma vocação gastronômica, com um final prolongado. Refrescante e agradável!

Preço: R$ 159

 

Sangiovese IGT 2013

 

Um varietal feito com a uva símbolo da Toscana, é feito com um terço de envelhecimento de 4 meses em carvalho francês, e as uvas passam parcialmente por apassimento (secagem das uvas). O ano de 2013 foi extremamente quente, que trouxe um amadurecimento mais rápido da uva, e que faz com que os aromas fiquem mais intensos. Com um nariz bastante fresco e floral, apresenta violetas, cerejas, chocolate, ligeiro tabaco e ligeiro herbáceo, apresenta paladares muito generosos, taninos marcantes, acidez elevada, persistência média a alta e um final saboroso. Uma obra prima, trata-se sem dúvida de um Smart Buy!

Preço: R$ 169

 

Sangiovese IGT 2015

 

A juventude traz a predominância da fruta vermelha, principalmente framboesa, e também da herbacidade mais clara. O ano teve tenperaturas próximas ao ideal para a produção, portanto o potencial do vinho é muito maior que o de 2013, prometendo ser um vinho excepcional em alguns anos. Os aromas trazem a fruta mais completa, e a boca também reflete o frescor que a Sangiovese alcança. Compre para tomar ou para guardar!

 

Tenor Red IGT

 

O supertoscano da vinícola, é produzido comas  uvas Cabernet Sauvignon (34%), Sangiovese (33%) e Merlot (33%), que provêm de vinhedos de Morellino e de Bolgheri. Embora fuja das denominações tradicionais (afinal, é um Supertuscan), a alma da toscana está claramente representada neste vinho, que tem caráter frutado e ligeitamente defumado, com um ligeiro aroma herbáceo (sálvia) e com cacau. A boca mostra boa acidez, taninos firmes mas redondos, ótima persistência e um final de boca cheio de fruta. Supertoscano, mas acima de tudo, Toscano!

Preço: R$ 200

 

Poggioncino IGT

 

Um corte de 60% Sangiovese, 20% Canaiolo, 10% Malvasia Bianca e 10% Colorino, trata-se do vinho com maior complexidade aromática doa apresentados. É o filho mais novo da família, por se tratar do primeiro feito 100% na empresa da família, além de ser o Single Vineyard feito onde tudo começou, e onde hoje vive o tenor Andrea Bocelli. O vinho é bastante tradicional, que usa as uvas toscanas mais reconhecidas, e remonta à fórmula mais tradicional do Chianti, que chegou a utilizar até 17 variedades distintas. O resultado é um vinho de perfil aromático muito frutado e floral, com ligeiras notas de especiarias e um ligeiro mentolado. A boca é generosa, com frutas, toques balsâmicos, taninos muito bem acabados, persistência elevada. Um vinho digno de todo prestígio!

Preço: R$ 265

 

A importação é feita pela Italiamais (http://www.italiamais.com.br/), especializada em vinhos italianos de grande qualidade e das melhores regiões italianas. A sua proximidade com os produtores faz com que esta importadora tenha em seu portfólio algumas das melhores opções de vinho do país. 





Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco