http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/434f3e7f97922e2f13bb52752bc86f56.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Cape Mentelle: Sofisticação Australiana

Por Priscila Spinelli

 

 

Aliando sofisticação e sustentabilidade, a Cape Mentelle é referência em qualidade de vinhos na região de Margaret River na Austrália.

 

Atualmente pertencendo ao grupo Moët Hennessy,  a vinícola segue práticas orgânicas e sustentáveis desde 1993,  como o uso de composto orgânico, tratamento e reaproveitamento da água e plantio verde entre as vinhas para a produção de nitrogênio e matéria orgânica.

 

Outra prática adotada é a utilização de galinhas e ovelhas nos vinhedos, para o controle da propagação de insetos e ervas daninhas nos vinhedos, evitando-se assim o uso de inseticidas e herbicidas.

 

Dentre as primeiras vinícolas a se estabelecer em Margaret River, foi criada pelos irmãos David e Mark Hohnen em 1970 com apenas 16 hectares de vinhas plantadas e foco  nos vinhos tintos. O aumento da produção de vinhos brancos ocorreu em 1985, após o estabelecimento da vinícola afiliada Cloudy Bay na Nova Zelândia, hoje também pertencente ao grupo LVMH.

 

De seu solo predominantemente calcário e arenoso, com cascalho rico em ferro, a produção atual é de 3,5 k/ha, baixa para os padrões australianos, visando sempre vinhos de qualidade em detrimento da quantidade. As vinhas de Cabernet Sauvignon, carro chefe da Cape Mentelle, foram plantadas há 46 anos e dividem os 180 hectares da vinícola com vinhas de Semillon e Sauvignon Blanc e,  em menor quantidade, de Shiraz, Zinfandel, Merlot e Chardonnay.

 

Oz Clarke ressalta os bons resultados obtidos pela vinícola, destacando o aumento da qualidade recente, e dando suas máximas três estrelas ao corte Sauvignon Blanc - Semillon e ao Cabernet Sauvignon, destacando ainda que os anos de 2007 a 2011 foram todos excelentes para esta variedade, além de conferir outras duas estrelas para os Shiraz e Chardonnay.

 

Outro grande crítico, Hugh Johnson também confere pontuação máxima aos Cabernet Sauvignon da Cape Mentelle, os quais classifica como excepcionais e muito elegantes, além de enaltecer os Chardonnay e os populares Zinfandel da marca.

 

Um tour guiado em meio às vinhas e aos barris de carvalho é um passeio não só agrádavel como instrutivo, antes de se degustar os vinhos tintos e brancos à venda na vinícola. E no verão e na primavera, a dica é assistir um filme da programação do Movies at Cape Mentelle nos finais de tarde, com telão a céu aberto, confortavelmente sentado em uma poltrona, degustando uma taça de vinho harmonizada com os pratos informais do cardápio.

 

Sem sombra de dúvida, a Cape Mentelle é prova de que é possível se aliar sofisticação e qualidade com proteção ao meio ambiente.





Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco