http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/0ebfed7b22d146d4cabdd13b7eb9dafc.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Semana do Jerez: a Sherry Revolution

Pela terceira vez, foi comemorada em novembro a International Sherry Week, semana dedicada a um dos mais notórios vinhos espanhóis, que neste ano se dedicou a mostrar um pouco mais da sua versatilidade no mundo da coquetelaria.

 

 

Uma das marcas mais famosas do mundo do vinho, e que foi a primeira marca registrada na Espanha, o Jeréz fino Tío Pepe emprestou sua intensidade aromática e de sabores para drinks elaborados por Laércio Zulu, eleito o melhor barman de 2014 após vencer a etapa nacional do Diageo World Class.

 

 

Entre as opções propostas por Laércio Zulu, estão o Penélope, mistura que leva Tío Pepe, vodka, licor de pitanga, mel e limão, e o Daiquipepe, uma mistura aromática do Jeréz que também leva spiced rum, grapefruit e xarope de açúcar (receitas abaixo). Em todos, fica claro que o Jeréz complementa a gama de sabores das bebidas com muita classe.

 

 

A versatilidade do Jeréz é ainda maior: além do fino e seco Tío Pepe, o mais conhecido dos finos, há ainda uma imensa gama de vinhos produzidos na região, com características bastante distintas. António Palacios, representante da produtora González Byass e que esteve presente para uma masterclass, destacou que outras variedades podem ser ainda mais atraentes para outros apreciadores, uma vez que variam desde os secos e finos até os doces e encorpados, com teor de açúcar elevado e muita untuosidade. Que outro vinho oferece tamanha variedade?

 

 

Embora não esteja ainda no alvo do público brasileiro, o Jeréz caminha para se tornar uma opção na elaboração de coquetéis, drinks e mesmo como um aperitivo, onde já possui algumas harmonizações clássicas (como Tío Pepe com jamón) mas ainda guarda imensas possibilidades de descoberta com a culinária e coquetelaria nacionais. Por isso, não há como deixar de celebrar esta Sherry Revolution!

 

 

Tío Pepe, um vinho da González Byass,  é importado ao Brasil pela Inovini, marca do grupo Aurora. Para saber mais sobre o Jerez, clique aqui.

 

Drinks com Tío Pepe

 

Penélope

 

40 ml de Tío Pepe

40 ml de vodka

20 ml de licor de pitanga

10 ml de mel

15 ml de suco de limão

 

 

Frontera

 

40 ml de Bourbon

30 ml de Tío Pepe

3 cubos de abacaxi

15 ml de suco de limão

3 a 5 gotas de Angostura

 

 

God Save the Sherry

 

50 ml de gin (recomendado: The London nº 1)

30 ml de Tío Pepe

15 ml de xarope de açúcar

60 ml de cerveja witbier (recomendada: Sofie)

15 ml de suco de limão

 

 

Daiquipepe

 

40 ml de spiced rum (recomendado: Kraken)

30 ml de Tío Pepe

30 ml de grapefruit

15 ml de xarope de açúcar





Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco