http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/0ebfed7b22d146d4cabdd13b7eb9dafc.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Ceviche com abacate do Rubi Wine Bar

Receita do chef Emanuel de Paula

 

Ceviche com abacate (R$ 17,00 no Rubi Wine Bar)

 

Ingredientes:

50g de Linguado em tiras

2g de pimenta dedo de moça em cubinhos

100g de cebola roxa em cubinhos

40ml de suco de limão siciliano

10g de abacate em cubos

5g de coentro para finalização

1g de sal

 

Modo de preparo:

1 – Marinar o linguado em tiras no suco de limão siciliano, colocar o sal, a pimenta e a cebola roxa e reservar.

2 – Cortar o abacate em cubos e reservar

 

Montagem:

Escorrer o suco do marinado, misturar o linguado com o abacate em cubos, finalizar com folhas de coentro.

 

Harmonização:

Vinho branco Casa Lapostolle Sauvignon Blanc 2010 (Chile) por R$68,00 no Rubi Wine Bar.

 

RUBI WINE BAR

Carta com rótulos de todo o mundo e clima aconchegante são atrações do novo endereço com a proposta de ser um local aconchegante e descomplicado para curtir bons vinhos e bons petiscos, com toda a liberdade para experimentar e aprender mais sobre o mundo enófilo.

 

A carta de vinhos do Rubi, montada com a ajuda do consultor Ricardo Bohn Gonçalves, conta com 40 rótulos listando as principais castas e apostas de várias partes do mundo, como o branco neozelandês Hunter’s Sauviginon Blanc (R$ 99 a garrafa), o tinto italiano Rupestro Cardeto (R$ 59 a garrafa), o tinto australiano Stump Jump Red Vintage 2008 (R$ 115 a garrafa), e o vinho de sobremesa italiano Ventus Moscato di Sicilia Val de Brun (R$ 12 a taça). A intenção da casa era trazer exemplos de várias regiões produtoras em um menu reduzido, próprio para ser bem explorado pelos clientes. A apresentação da carta chama a atenção: ela chega à mesa colada em uma garrafa de vinho.

Uma boa sugestão, especialmente para a happy hour, são os vinhos em taça, como o argentino Paso El Portillo 2010 (tinto ou branco, R$ 12 a taça) e o Carmen Cabernet Sauvignon 2009 (R$ 21 a taça). A casa também conta com uma boa seleção de espumantes selecionados, como os franceses Colin Crémant de Limoux (R$ 79 a garrafa) e o champagne Drappier Carte D’or Brut (R$ 250 a garrafa), além do brasileiro Salton Brut Reserva Ouro 2009 (R$ 59 a garrafa).

O “Vinho da Semana” é uma ótima pedida para quem quer conhecer vinhos diferentes: de segunda a sábado, um novo rótulo é vendido em taça. Também a garrafa sai por um preço especial.

 

Para comer

Para acompanhar os vinhos, o Rubi Wine Bar traz uma carta de aperitivos e petiscos, próprios para dividir com os amigos à noite ou para apreciar com uma companhia especial. Entre os destaques estão as bruschettas (R$ 17 por três unidades), com sabores como o de presunto Parma, queijo chevrotin e rúcula, o de cogumelos com roquefort, o de tomates frescos com manjericão e o de salmão defumado com cream-cheese, ou ainda a polentinha com carne moída ao molho oriental (R$ 17) e a panelinha de camarão ao curry com mini legumes e arroz jasmim (R$ 26).

 

Combinação mais do que tradicional quando se fala de vinhos, as tábuas de queijo e charcutaria também estão presentes no cardápio do Rubi. Algumas combinações disponíveis são a de queijo gouda, salame cacciatore e azeitonas (R$ 19) e a que traz queijos gouda e grana padano, salame cinquelone, presunto Parma, azeitonas e caponata (R$ 39).

 

A casa também conta com algumas sugestões de pratos, criados para se harmonizarem com a carta de vinhos. Algumas das opções são o penne ao gravlax (salmão gravlax com molho cítrico e aspargos, R$ 34), o risoto de morcilla (com farofa de torresmo e couve-manteiga, R$ 36) e o magret de pato grelhado servido com chutney de pera e risoto de queijo brie e aspargos (R$ 52). Para acompanhar as sugestões de vinhos de sobremesas, doces como a torta de marzipã com ganache de chocolate e sorvete de creme (R$ 19) e o tiramisù (R$ 15) são boas pedidas.

 

No horário de almoço, de segunda a sexta-feira, o Rubi também conta com um menu executivo. O wine bar oferece uma salada e duas opções de prato do dia por R$ 25.

Ambiente assinado pela arquiteta Camila Papin. Luminárias feitas com garrafas de vinho e pôsteres variados chamam a atenção dos clientes.

O som ambiente é uma atração à parte: a casa é uma das primeiras em São Paulo a adotar o sistema espanhol Oqulto, em que os amplificadores de som, acoplados atrás do gesso no teto, ecoam por todo o local de maneira uniforme. Já um quadro do cantor Ray Charles, num dos cantos do salão, toca trechos de canções do artista, frases de filmes e sons diversos, como pios de pássaros.

 

Serviço

Rubi Wine Bar

Rubi Wine Bar

Alameda Jaú, 1.595, Jardins.

Tel. (11) 4323-1667 E-mail: oi@rubiwinebar.com.br

Horário de funcionamento:

Almoços: de segunda-feira a sábado, das 12h às 15h.

Noite: de terça a quinta-feira, 19h à 0h. Sextas e sábados, 19h à 1h.

 






Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco