http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/93e048c28deae8015adbfe8c96fbefa9.jpg


Promoções

http://vinhoegastronomia.com.br/userfiles/434f3e7f97922e2f13bb52752bc86f56.jpg








Enoblogs - blogs unidos pelo vinho

Colchagua, vinhos e turismo

Por Silvia Cintra Franco

 

Já haviam me falado de Colchagua, não só pelos vinhos, mas pelo turismo. Afinal, balonismo, passeios a cavalo, artesanato além de passeios pelos vinhedos são todos programas muito atraentes. O Vale do Rapel compreende duas sub regiões, Cachapoal que visitamos ontem e Colchagua, hoje (12/6/12).

 

E os vinhos, ah, os vinhos. Hoje degustamos vinhos da Casa Lapostolle, da Viu Manent e de Luis Felipe Edwards.

 

Casa Lapostolle tem um recorte europeu, mais francês, faz vinhos com blend de uvas, o que os deixa mais interessantes. Para Andréa León, enóloga, Clos Apalta, o vinho ícone de Lapostolle, "representa o terroir de Colchagua que tem condições de produzir carmenere de classe mundial". E efetivamente, Clos Apalta é um grande vinho, importado pela Mistral.

 

Destaco o Casa Lapostolle Sauvignon Blanc 2011 de uma textura deliciosa, fresco e minera, com 11% de semillon. A R$60 na Mistral, assim como o Casa Lapostolle Cabernet Sauvignon 2010 equilibrado, bem estruturado e macio com carmenee, cabernet franc,, syrah e petit verdot. E no quesito vinho elegante, complexo e saboroso, Casa Lapostolle Cuvée Alexandre Merlot 2008, uma beleza e leva 15% de carmenere. Além de vinhos, a Casa Lapostolle tem uma pousada Relais & Chateau de altíssima gastronomia.

 

Viu Manent oferece passeios a cavalo, balonismo entre outras coisas. E vinhos de altíssima qualidade, importados pela Hannover. Segundo Juan Pablo Lecaros, enólogo, o vinho El Incidente Carmenere oferece "uma uva preta bem macia e madura com complexidade, notas de especiarias e boca com muita estrutura, taninos presentes mas suaves." Não há como não apreciar, eu acrescentaria. Sugiro também Viu Manent Single Vineyard Cabernet Sauvignon 2009, fino, saboroso, elegante e o Viu Manent Single Vineyard Syrah 2009, sedoso, redondo. Ambos por R$150.

 

Viña Luis Felipe Edwards é importada pelo Pão de Açucar. Faz vinhos simples, corretos por preço bom como LFE Pinot Noir Reserva 2010 a R$39,50, um pinot noir com a tipicidade da fruta e sem excesso de corpo e concentração. Um vinho para o dia a dia, assim como o LFE Cabernet Sauvignon Reserva 2011, saboroso, mais encorpado. De maior expressão destaco Dona Bernarda 2009, um blend de cabernet sauvignon e syrah, elegante com 18 meses em carvalho, R$90 e o Santa Luz Gran Corte 2009, blend com as mesmas uvas, muito agradável, elegante. Para o enólogo Christian Rojas, o Gran Corte representa a zona alta de vinhedos de montanha de Colchagua. É fresco e suculento.

 

Colchagua é perfeita para o turismo de vinhos, gastronomia e de puro prazer.

 

 

Colchagua, vinhos e turismo
Colchagua, vinhos e turismo
Array
Colchagua, vinhos e turismo
Array
Colchagua, vinhos e turismo
Array
Colchagua, vinhos e turismo




Sobre o vinho e gastronomia Anúncie Segurança e Privacidade Trabalhe na V&G Comunicar Erros Redes Sociais Fale Conosco